Wiki Aaron
Advertisement

História[]

Bruce nasceu em 17 de Abril de 1978, filho do Dr. Thomas Wayne e sua esposa Martha como único herdeiro da Fortuna Wayne. Segundo todos os relatos, Bruce teve uma infância abençoada, onde sua inteligência natural e capacidade atlética foram elogiados por seus pais, embora sua mãe também insistisse que ele usasse suas habilidades para melhorar o mundo. Bruce desenvolveu um relacionamento próximo com o mordomo da propriedade Wayne, Alfred Pennyworth e a melhor amiga de seu pai, Leslie Thompkins.

Quando Bruce entrou no jardim de infância em 1984, ele conheceu e fez amizade com Tommy Elliot e os dois continuaram a ser os melhores amigos por quase uma década depois. Através de Tommy, Bruce conheceu Julie Madison, uma garota espirituosa e artística que rapidamente se tornou a menina dos olhos de Bruce. Embora muitas das garotas de sua escola tivessem uma queda por ele, ele desenvolveu uma por Julie. Bruce e suas primas mais nova, Kate, Bette e Ellie não eram muito próximos, embora ainda brincassem juntos e se dessem muito bem.

Entre os interesses de Bruce estava o amor pelo cinema, tanto que Thomas e Martha o levavam ao Monarch Theatre todas as quintas à noite. Em 26 de junho de 1986, Thomas, Martha e Bruce, de oito anos, estavam voltando para o carro após uma exibição noturna. Enquanto pegavam um atalho por um beco em Park Row, a família foi mantida sob a mira de uma arma por um pequeno criminoso, Joseph Chilton (também conhecido como 'Joe Chill'). Quando o fecho do colar de pérolas de Martha ficou preso e Thomas se moveu abruptamente para ajudar sua esposa, o assaltante se assustou e atirou em Thomas. Quando um grito se seguiu, Joe disparou um segundo tiro, matando Martha instantaneamente. Horrorizado com o que tinha feito, Chill então fugiu, deixando o órfão Bruce respingado de sangue e de pé entre as pérolas espalhadas.

Após o ato hediondo, Bruce foi criado por Alfred (com a ajuda ocasional de sua madrinha Leslie). Na escola, Bruce ficou isolado, apenas conversando com Tommy e Julie. Bruce começou a aprender autodefesa junto com Julie, e também aprendeu vários movimentos com Alfred e começou a aprender algumas coisas sobre medicina legal e medicina com Julie. Consumido pela justiça, Bruce encontrou pouco conforto quando o assassino de seus pais foi preso pelo detetive Jim Gordon em 1990.

Jovem Bruce (ferido)

Os olhos de Bruce foram abertos para o nível de crime em Gotham e estava determinado a fazer algo a respeito. Ele já vinha treinando sua mente, corpo e várias habilidades com vários tutores, mas Bruce precisaria deixar Gotham para fazer isso. Bruce tristemente terminou seu romance de infância com Julie e se formou no colégio cedo em Brentwood aos quatorze anos. Bruce se despediu de Alfred e visitou o túmulo de seus pais uma última vez, onde se deparou com uma jovem da escola, Andrea Beaumont. Depois de passar a última noite conversando com ela, Bruce deixou Gotham em 1992 para estudar no exterior.

Depois de se formar no colégio, Bruce começou uma temporada global. Ele começou a estudar em Cambridge, na Sorbonne e em outras universidades europeias, onde expandiu seus conhecimentos em criminologia e ciência forense. Durante este tempo, Bruce também trabalhou como clandestino com mentores menos estabelecidos que o ensinavam em tavernas, becos e armazéns vazios. No entanto, Bruce nunca ficava muito tempo e frequentemente desistia.

Eventualmente, Bruce começou a aprender suas habilidades de detetive com Harvey Harris, o melhor detetive em Londres em 1987. Bruce mais tarde viajou para a França em 1993 para estudar forense com Willie Doggett, onde conheceu Giovanni Zatara, um feiticeiro que trabalhava como mágico. Bruce ficou com Zatara e sua filha Zatanna, que desenvolveu uma queda pelo homem. Zatara ajudou Bruce a aprender a escapar de várias armadilhas e outros truques e ilusões, como usar fumaça para desaparecer. Zatanna reuniu coragem para convidar Bruce para um encontro e os dois tiveram um breve encontro romântico no topo da Torre Eiffel. Os dois tiveram que se separar no dia seguinte, forçando seu romance a permanecer breve.

Bruce limitou-se a viajar, treinando com Shihan Matsuda nas montanhas do Himalaia. De Shihan Matsuda, Bruce queria aprender a aprimorar suas habilidades nas artes marciais, mas também a controlar seu corpo com total maestria e precisão. Shihan acabaria por enviar Bruce ao Mestre Kirigi na Coréia. Bruce se destacaria sob o comando de Kirigi, que acabaria passando seu nome para um homem chamado Henri Ducard.

Bruce descobriu seu amor de infância, Julie Madison em Vlatava, durante o aprendizado artístico de Julie. Os dois reacenderam o romance e mais uma vez compartilharam um relacionamento íntimo antes de Julie retornar aos Estados Unidos. Bruce continuou a treinar com outros vários mentores na América do Sul e no sertão australiano.

Bruce voltou aos Estados Unidos para colocar seus negócios em ordem. Ele se reuniu com Andrea Beaumont quando os dois se deram bem em uma festa de Natal da alta sociedade. Os dois entraram em um romance turbulento e ele considerou desistir de sua cruzada em favor de sua vida com Andrea. Sem o conhecimento de Bruce, o pai de Andrea era um membro de alto escalão da máfia. Na véspera da proposta de Bruce em abril, Andrea foi forçada a fugir do país devido às conspirações de seu pai com a máfia.

Depois de deixar os Estados Unidos com Henri Ducard em setembro de 1994, Ducard ofereceu a Bruce uma posição dentro de sua organização secreta, conhecida como Liga dos Assassinos. Ele ofereceu a Bruce uma chance na Justiça que ele buscava, convencendo-o a se juntar à Liga. Não demorou muito para que Bruce deduzisse que 'Henri Ducard' era apenas um pseudônimo operacional usado pelo imortal 'mentor' da Liga, Ra's al Ghul. Após seu recrutamento para a Liga em dezembro de 1999, Bruce chamou a atenção da filha mais velha de Ra's al Ghul, Talia.

Bruce começou a treinar ao lado de Oliver Queen, o que acabou superando os demais recrutas da época. Embora Bruce nunca pudesse superar a afinidade natural de Oliver com arco e flecha, caça e esgrima, ele era claramente o melhor dos recrutas. Os dois acabaram se tornando amigos íntimos e muitas vezes saíram em missão juntos. Enquanto Oliver treinou principalmente com Malcolm Merlyn, Bruce foi ensinado principalmente por David Cain. Bruce acabou superando os ensinamentos de Cain e começou a dar aulas particulares com o próprio Ra's. Foi nessa época, em meados de 2000, que Bruce começou um caso de amor apaixonado com Talia. Em novembro, Bruce foi oficialmente introduzido na Liga como Khuffash (Tradução: The Bat). Em pouco tempo, Bruce se tornou um membro de elite do Círculo Interno.

Em 18 de março de 2001, um incendiário fugitivo John Malone foi preso depois de três anos foragido após um telefonema anônimo informar o GCPD sobre seu paradeiro. Malone foi prontamente enviado de volta à prisão de Blackgate. No aniversário do assassinato de Wayne, Joseph Chilton foi encontrado morto em sua cela na Prisão Blackgate, tendo aparentemente se enforcado com base no depoimento de uma testemunha ocular, o preso na cela em frente à de Chilton, Interno Malone. A sentença de John Malone foi anulada depois que os resultados de seus apelos para um novo teste de seu DNA e impressões digitais voltaram provando que ele era inocente de suas acusações originais. Depois de ser imediatamente libertado, John Malone imediatamente deixa Gotham.

Eventualmente, Ra's descobriu o caso entre Talia e Bruce, e ao dar-lhes sua bênção, os dois se casaram em uma cerimônia dupla com Oliver e Nyssa em agosto. Talia e Bruce tiveram um casamento feliz e apaixonado quando se apaixonaram profundamente, com Ra's eventualmente nomeando Bruce como seu sucessor. Mas tudo isso mudou após a tentativa de assassinato de Lucius Fox em 15 de março de 2008. Fox descreveu ter sido curado do veneno administrado por flecha pelo arqueiro loiro, mas foi salvo pelo outro jovem assassino. O que aconteceu a seguir é desconhecido (como é se Bruce matou alguém na Liga, mas pode-se presumir), mas Bruce fugiu da Liga e voltou para Gotham quatro dias depois, deixando Talia para trás.

Batman (Era JLA)

Após seu retorno a Gotham em março de 2011, Bruce rapidamente se colocou à disposição da mídia, tornando bem conhecido que ele havia retornado a Gotham City e tornando mais difícil para a vingativa Liga assassiná-lo em retaliação. Bruce se reconectou com Alfred, Leslie e seu tio, Philip Kane, que assumiu a empresa da família Wayne em sua ausência. Bruce rapidamente se tornou o 'filantropo playboy bilionário', passando seu tempo cercado por mulheres, fazendo aparições em clubes e doando para várias instituições de caridade. Philip fez com que um de seus funcionários, Edward Nygma, organizasse uma festa de "boas-vindas" para Bruce, onde ele contratou os serviços da Silver St. Cloud. Nygma também contratou a Gangue do Capuz Vermelho para explodir a festa e matar Bruce.

Bruce nomeou Lucius Fox como presidente da Wayne Enterprises e trouxe a ele, Alfred e Leslie, seus planos. Embora Leslie desaprovasse verbalmente sua escolha, todos concordaram em ajudar. Indo para o teatro, Bruce e Lucius criaram um traje blindado baseado no medo que Bruce tinha de morcegos na infância, na esperança de inspirar o mesmo medo nos criminosos. Com Lucius fornecendo vários dispositivos, Leslie ajudando com seus vários ferimentos, e Alfred fornecendo ajuda de Mansão Wayne, a era dos vigilantes começou quando os sussurros do 'Batman' começaram a fazer os criminosos temerem a noite.

Com Lucius fornecendo tecnologia para Bruce, o chamado 'Batman' rapidamente se tornou um nome que os criminosos temiam, enquanto alguns simplesmente acreditavam que fosse um mito moderno. Ou seja, até resgatar a repórter Vicki Vale de Tony Zucco, onde ela conseguiu tirar a primeira foto do Batman. Com a ajuda de Jim Gordon, sua esposa Sarah Essen-Gordon e seu parceiro Harvey Bullock, Batman derrubou Carmine Falcone e Sal Maroni, expondo a corrupção dentro da Prefeitura e do GCPD e deixando um vácuo de poder gigante que seria preenchido por gente como Frank Bertinelli e Tony Zucco. Jim e Batman se tornaram parceiros e aliados de confiança, enfrentando a corrupção e o crime em Gotham, lado a lado com o cavaleiro branco, o promotor público Harvey Dent.

Batman inspirou o movimento vigilante, levando à chegada de nomes como Superman, Flash, Mulher-Maravilha, Canário Negro e seu velho amigo Oliver Queen como o Arqueiro Verde. Ele até começou a inspirar os jovens da América. Durante um evento da campanha 'Eleição Dent' organizado por Silver, Bruce observou os Flying Grayson's realizarem um ato acrobático e continuou a assistir enquanto eles despencavam para a morte devido ao ato ser sabotado por Tony Zucco, deixando apenas seu filho órfão Dick. Bruce ficou de olho no menino enquanto ele caçava Zucco. Ao saber que Dick não tinha parentes vivos, Bruce se viu em Dick e o adotou.

Dick finalmente descobriu a Batcaverna durante um acesso de raiva e tentou persuadir Bruce a deixá-lo se juntar à sua cruzada. Bruce rejeitou sua oferta várias vezes, mas ao reconhecer a necessidade de justiça contra o assassino de seus pais, concordou em treinar o menino para garantir que ele não fosse morto em sua perseguição. Devido às suas habilidades acrobáticas, Dick já tinha uma base para construir e em outubro, o Duo Dinâmico de Gotham nasceu com a primeira aparição de Batman e Robin, começando a era de jovens heróis.

Já um herói para Gotham, Batman se tornou um herói para o mundo quando ele e outros seis heróis lutaram contra a invasão de Brainiac e formaram a Liga da Justiça da América, uma equipe de vários super-heróis financiada por Batman e Arqueiro Verde.

Batman (2012)

Vários vilões fantasiados começaram a aparecer em Gotham após a estreia de Batman, além da Mulher-Gato, também Hera Venenosa e Máscara Negra, mas nenhum deu a eles mais problemas do que o Coringa. Um palhaço malicioso e mortal, ele fez sua estréia psicótica dando a Sal Maroni o ácido que ele usou para queimar metade do rosto de Harvey Dent, transformando um dos maiores heróis de Gotham no vilão mentalmente insano Duas-Caras. Para combater esses criminosos, Batman e o JLA estabeleceram os Titãs, um campo de treinamento em São Francisco para heróis adolescentes que os ensinou a lutar contra esses vilões, e ele enviou Batgirl e Robin para participar.

Bruce até adotou outro jovem órfão, um menino esperto, Jason Todd, que perdeu os pais para as drogas. As coisas pioraram quando o Coringa atirou e paralisou Bárbara na tentativa de enlouquecer seu pai em agosto de 2012. Robin voltou para Gotham e irritada com o fato de Bruce ainda se recusar a cruzar a linha e matar o Coringa. seu papel como Robin e trocou Gotham pela Torre dos Titãs em tempo integral. Como resultado, Bruce se aproximou de Jason e acabou descobrindo sua identidade como Batman e, com a persuasão de Barbara e Alfred, começou a expandir suas habilidades para se tornar o segundo Robin.

As coisas mudaram após a estreia de Jason como Robin em 2012, quando ele conheceu a misteriosa Helena Bertinelli, a filha do chefe da máfia assassinado por Máscara Negra. Ela rapidamente percebeu os ferimentos de Jason e fez com que ele a levasse para um tour pela Batcaverna, onde foram pegos por Alfred. Depois de um jantar muito longo e estranho na Mansão Wayne, Helena seria treinada por Barbara e Bruce como a nova Batgirl.

Batgirl 2.0 e Robin 2.0 provaram ser um desafio para Bruce, já que muitas vezes consideravam borrar sua linha. Eles provaram ser hábeis combatentes do crime e se juntaram à segunda geração de Titãs durante uma época de felicidade, onde os dois desenvolveram um romance, Bruce e Dick (agora o herói Asa Noturna) se reconectaram e ele ficou noivo de Julie. Mas então o palhaço estragou tudo mais uma vez. Sequestrando Jason durante sua missão para provar seu valor ao Batman, o Coringa torturou Jason em uma transmissão ao vivo para Gotham e deixou seu corpo sem vida amarrado ao Bat-sinal.

A morte de Jason levou à separação dos Titãs e após a morte de dois adolescentes (Tyra e Jason), o próprio JLA se desfez. Bruce tornou-se um homem violento, raivoso e deprimido, o que levou ao rompimento de Julie (que estava grávida na época) e à perda de suas parceiras. Logo, a Operação: Thrillkiller começou, um esforço conjunto entre a Família Morcego e os Fundadores do JLA para trazer o Coringa.

Após a morte de Jason, Bruce ficou deprimido, bebendo até a morte durante o dia e espancando criminosos à beira da morte à noite. No entanto, a sorte parecia ter mudado para melhor, quando Andrea Beaumont retornou a Gotham em 2015. Descobriu-se, no entanto, que Andrea só havia retornado a Bruce para obter acesso ao mais novo promotor de Gotham, Arthur Reeves, em seu banquete inaugural. Andrea, agora operando como o mercenário mascarado O Fanstasma, aproveitou a oportunidade para envenenar Reeves e quando Bruce percebeu, ele correu para salvar o homem. Mais tarde, Batman confrontou Andrea em seu disfarce de Fantsasma e os dois lutaram. Batman foi esfaqueado e desmascarado. Vendo Bruce ali, sangrando, Andrea correu com Bruce para a Batcaverna e, na confusão, saiu.

Roy Harper desapareceu. A Liga sentiu fraqueza e atacou, com Nyssa al Ghul enviando Sara Lance para drogar e seduzir Oliver, antes de tentar assassinar sua irmã na confusão. Embora os dois tenham sido forçados a recuar, a tensão que Sara havia colocado em Dinah era clara. Então, quando Oliver começou a beber mais e Roy foi considerado morto depois que seu braço foi encontrado no meio da carnificina de um bombardeio causado por Prometheus, Oliver desapareceu por um tempo antes de retornar para Star City com o destino de Prometheus desconhecido. Incapaz de lidar com isso, Dinah se divorciou de Oliver e voltou para Gotham, onde começou a trabalhar mais com Bruce. Isso o ajudou um pouco, especialmente quando Barbara Gordon se tornou seu suporte técnico como filha de Alfred, Sasha Bordeaux, se aproximou para ajudar.

Cariosidades[]

  • Sua aparência aos 12 anos é baseada no retrato de Bruce jovem do jogo Batman Arkham Origins.
  • Bruce come hambúrgueres com garfo e faca. Eu sei, isso é um pouco doente, certo?

Galeria[]

Batman

Batman (traje anterior)

Batman (variante)

Batman (variante)

Bruce Wayne

Bruce aos 12 anos


Advertisement